PLANTAS ORNAMENTAIS TÓXICAS PARA CÃES E GATOS

 

A intoxicação por plantas ornamentais tem grande importância na clínica médica de pequenos animais, pois seus sinais clínicos não são específicos e podem ser confundidos com doenças infecciosas e/ou parasitárias, portanto, para seu diagnóstico é necessário que se tenha o relato do contato com a planta, ou verificar a presença de partes delas no vômito dos animais.

Inúmeras plantas são capazes de causar intoxicação em cães e gatos. Normalmente a intoxicação se dá de acordo com dose ingerida e podem levar a um quadro leve de intoxicação ou até a morte.

Todos os casos são considerados emergência, pois necessitam de atendimento imediato,

Existem fatores que tornam os animais mais predisponentes a esses acidentes, são eles:

  • idade do animal

  • estresse

  • distúrbios comportamentais

  • mudanças no ambiente

 

Inumeras plantas podem causar intoxicação. Esses são alguns exemplos, onde os casos de intoxicações ocorrem com maior frequência:

 

Dieffenbachia spp. (Comigo-ninguém-pode)                                              Monstera deliciosa (Costela-de-Adão)

 

 

 

Philodendron (Filodendro), Filodendro-brasil, Filodendro

                                                                                                                     Nerium oleander Espirradeira, Oleandro

 

 

 

 

 

Kalanchoe spp. (Folha da fortuna)                                                             Brugmansia suaveolens babado, cartucheira, cartucho, copo-                                                                                                                      de-leite, saia-branca, sete-saias

Lilium spp., Lírio, Lírio-asiático, Lírio-japonês, Lírio-oriental, Lírio-    

                                                                                                                         Trombeta, Lírio-vistoso, Hemerocallis spp. (Lírio),                                                                                                                                         Hemerocale, Hemerocális, Lírio, Lírio-amarelo

 

 

Cycas revoluta (Palmade-Ramos)                                                                             Rhododendron spp. (Azaléia)

 

 

 

Tulipa          

                                    Hera

Dama da noite

                                                                 Hibisco

 

Mamona      

                                                               Tomate verde

 

   Violeta

 

 

Sabendo disso é importante deixar seu pet longe dessa plantas, sejam em vãos ou no jardim.

Fiquem atentos!

Medica Veterinária Melissa Vautier Ciasca CRMV SP 8009

Clinica Médica de pequenos animais/ Homeopatia